GLUTEOPLASTIA ENDOSCÓPICA

Muitas mulheres e homens sentem-se insatisfeitas com o tamanho da região glútea, ou mesmo com sua harmonia. Fatores como a vida sedentária, herança familiar e a idade tornam a região flácida e com pouca projeção. Esta cirurgia rejuvenesce e torna mais harmoniosa esta região. Há vários tipos e formatos de prótese. O conteúdo da prótese utilizada é de gel de silicone com alta coesividade , com um revestimento mais espesso em relação as próteses de mama. Os implantes não interferem no ato de sentar, pois a prótese é colocada em posição mais alta em relação ao apoio utilizado ao sentar-se. A técnica mais utilizada é através de uma incisão de mais ou menos 7cm no sulco interglúteo, que é a linha natural divisória entre os 2 glúteos. A prótese é posicionada dentro do músculo glúteo maior. Porém diferentemente do método convencional na gluteoplastia vídeo-assistida o descolamento da região onde será colocada a prótese é feito com auxílio de um endoscópio e uma micro câmera aclopada a um monitor de alta definição. O resultado cirúrgico é semelhante o uso deste equipamento serve apenas para uma melhor visualização do descolamento e também de eventuais sangramentos.



PÓS OPERATÓRIO

O cuidado pós operatório deste procedimento assim como qualquer outro deve ser seguido à risca para um melhor resultado definitivo. Nas primeiras 48-72h existe um certo desconforto doloroso o qual geralmente é manejado com analgésicos e antiinflamatórios comuns. Importante evitar deitar de costas por até 3 semanas após a cirurgia.Muitas vezes é necessário a utilização de um dreno de sucção o qual é retirado por volta do 3º dia de pós operatório.



COMPLICAÇÕES

Como todas as cirurgias este não é um procedimento isento de complicações. Apesar de raros os mesmos podem ocorrer: hematoma, infecção, extrusão da prótese, contratura da capsula formada ao redor da prótese
ANESTESIA

A anestesia geralmente utilizada é a peridural e em alguns casos anestesia geral.
TEMPO DE INTERNAÇÃO

Varia entre 24h-48h.